A testosterona é conhecida como o principal hormônio masculino e tem seus motivos para isso: ela é responsável pelo desenvolvimento dos tecidos reprodutores do homem, como os testículos e a próstata, além do aumento da massa muscular, da manutenção das características sexuais, do aumento da massa óssea, do crescimento de pelos no corpo, do engrossamento da voz e do desenvolvimento da libido.

Por isso, é realmente muito importante que os homens gerem este hormônio no organismo em níveis adequados. Porém, alguns deles possuem um certo problema em relação a isso, o que acaba resultando na deficiência hormonal e acarretando em uma série de problemas no funcionamento do corpo. Neste caso, é indicado que os pacientes façam o uso do Androgel, um medicamento em forma de gel indicado para repor as deficiências de testosterona no corpo masculino.

 

Para quem o Androgel é indicado e como ele funciona?

Como já dito, o Androgel é indicado para a reposição de testosterona no hipogonadismo masculino (problema nas gônadas, ou seja, testículos, que os impede de funcionar corretamente) e só deve ser utilizado se essa deficiência for confirmada através de uma série de exames solicitada por médicos especialistas no assunto. O medicamento funciona de forma a repor os níveis de testosterona no corpo masculino, fazendo, assim, com que o corpo funcione em suas condições normais.

Para que este medicamento possa ser utilizado de melhor forma possível, a deficiência hormonal do paciente deve ser mostrada através de sinais clínicos, tais como fraqueza, a diminuição da libido e a disfunção erétil. Para isso, como dito, o paciente deve ser submetido a exames que mostram se ele pode ou não fazer o uso do medicamento.

 

Para quem o Androgel não é indicado?

O Androgel deve ser usado apenas em casos diagnosticados. Este medicamento não é indicado a homens que suspeitam ou já tiveram câncer de próstata ou da glândula mamária e nem em casos de hipersensibilidade aos componentes do remédio, pois isso pode resultar em alergias ou efeitos colaterais mais sérios. Também não pode ser usado para tratamento de infertilidade ou impotência.

Além disso, o uso do medicamento também não é indicado a mulheres no geral (principalmente às grávidas e lactantes) sem nenhuma orientação médica, já que elas podem acabar desenvolvendo características físicas masculinas.

 

Outras informações importantes sobre as indicações do Androgel

O medicamento Androgel possui algumas contraindicações leves voltadas a alguns pacientes específicos. Ele deve ser utilizado com precaução, por exemplo, por pacientes com câncer e hipercalcemia (aumento de cálcio no sangue) e hipercalciúria (aumento de cálcio na urina), e também por portadores de insuficiência cardíaca, hepática ou renal, por hipertensos, epiléticos e portadores de enxaqueca.

 

Efeitos colaterais do medicamento

O Androgel possui alguns efeitos colaterais de grande porte e, por isso, é preciso tomar cuidado!

Existem alguns relatos do aumento de problemas cutâneos, como o risco de acne e ressecamento da pele, além do aumento dos glóbulos vermelhos no sangue, redução dos níveis de colesterol bom, dor de cabeça, doenças da próstata, crescimento e dor das mamas, tonturas, amnésia, hipersensibilidade sensorial, transtornos do humor, hipertensão, diarreia, irritabilidade, nervosismo, ganho de peso, queda de cabelo, calvície e urticária.

Em casos de tratamento oral ou injetável, os efeitos são cãibras, depressão, nervosismo, hostilidade, seborreia, apneia do sono, aumento da frequência de ereções, redução da espermatogênese e tamanho dos testículos reversível.

Além disso, em casos de atletas, é muito importante o acompanhamento médico antes do uso do Androgel. Isso porque o medicamento pode causar doping e, assim, atrapalhar a profissão.

De qualquer forma, se o paciente tiver algum desses sintomas, é importante entrar em contato com o médico para que ele possa esclarecer as dúvidas.

 

Informações de manutenção e de uso do medicamento

O medicamento Androgel pode ser usado por adultos e idosos do sexo masculino por uma vez ao dia, preferencialmente na quantidade de 5g de gel (ou seja, 50mg de testosterona). É importante consultar o médico para saber a posologia correta e que nunca passe de 10g de gel por dia.

Como o remédio possui formato gel, o medicamento deve ser espalhado sobre a pele (não usá-lo na região genital), deixando-o secar por três a cinco minutos. Após a aplicação, é importante lavar as mãos corretamente com água e sabão.

Caso o paciente se esqueça de usar o medicamento, ele não deve usar o gel em quantidade dobrada para compensar, mas sim entrar em contato com o médico especializado no assunto. Já no caso de usar uma quantidade maior que a indicada, também é muito importante contatar o médico para saber o que deve ser feito.

 

O Androgel é um medicamento essencial para tratar das disfunções hormonais masculinas, e você pode encontrá-lo na Hera Medicamentos, distribuidora especializada em remédios de várias especialidades diferentes. Caso esteja com alguma dúvida, acesse o nosso site e entre em contato conosco!

 

Related Post

Para que serve o Androgel?