O medicamento Letrozol já é bem conhecido por mulheres em fase de pós-menopausa que estão no tratamento do câncer de mama, uma das doenças que mais envolvem pesquisa em busca de desenvolver medicamentos e técnicas de tratamento. Este tipo de câncer envolve milhares de pesquisas no Brasil e no mundo para a criação de medicamentos especiais para seu tratamento e o que nos resta é aguardar os avanços da medicina.

 

Neste texto, você vai descobrir para que o Letrozol serve, quais são suas indicações e contraindicações e algumas outras informações interessantes sobre o medicamento.

 

O câncer de mama

O câncer de mama é uma doença faz com que as células crescem e se multiplicam de forma desordenada nas mamas, formando um tumor, e que pode acontecer tanto em homens quanto em mulheres. As células cancerígenas normalmente estão nos lóbulos das glândulas mamárias e, dessa forma, o câncer de mama acaba por invadir as células sadias que estão à sua volta, tornando-as cancerígenas também.

Os sintomas do câncer de mama são praticamente nulos na primeira fase, pois a doença não causa nenhum tipo de dor. Porém, à medida que ela se desenvolve, é possível notar o aparecimento de nódulos (caroços) na mama ou próximo a ela, a alteração no tamanho, na forma ou no aspecto da mama, a saída de secreção pelo mamilo, o endurecimento da mama, além de sintomas como calor, inchaço, escamação, entre outros.

 

O que é o Letrozol e para que ele serve?

O Letrozol é um medicamento hormonal inibidor de aromatase (mediadora da produção de estrógenos), sendo um tratamento hormonal para o câncer de mama. Seu uso é indicado para o tratamento adjuvante de mulheres na pós-menopausa com câncer de mama, para tratamento estendido, tratamento de primeira linha e tratamento avançado da doença e também para terapia pré-operatória com intenção de permitir cirurgia conservadora da mama.

O crescimento do câncer de mama é estimulado pelos estrogênios, os hormônios sexuais femininos. O Letrozol reduz a quantidade de estrogênio do corpo, bloqueando a aromatase e bloqueando também, dessa forma, o crescimento dos cânceres de mama que precisam de estrogênio para crescer. Assim, as células tumorais vão reduzir ou parar sua progressão.

 

O Letrozol e o câncer de mama

Durante o Congresso da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (evento onde são apresentados artigos de estudo da medicina) de 2016, foi apresentado o estudo MA17R, que defende que o uso do Letrozol por 10 anos aumenta a chance de cura de pacientes com câncer de mama com receptores hormonais positivos. Ou seja, o aumento de tempo de tratamento da doença com este remédio ajuda a combatê-la.

O estudo foi apresentado pelo Dr. Paul Goss do Massachussets General Hospital e mostra um processo de teste de dez anos de duração em que foram submetidas ao uso do medicamento algumas mulheres diagnosticadas com câncer de mama e fazendo tratamento de quimioterapia e outras do grupo placebo, que recebiam comprimidos sem medicamento algum.

Depois deste período, notou-se que o grupo de mulheres que usou o medicamento em questão teve uma redução do número de recidivas (retorno da doença ao organismo) e de aparecimento de novos cânceres na outra mama. Porém, em compensação, os efeitos colaterais nas pacientes que tomaram o medicamento por mais tempo foram maiores, como fraturas e osteoporose.

O que pode ser concluído do estudo é que prolongar o tratamento do câncer de mama com Letrozol por 10 anos, tanto em mulheres que começaram o tratamento com ele quanto naquelas que tomaram tamoxifeno por cinco anos, reduz o risco do retorno da doença. Porém, de qualquer forma, antes de iniciar o tratamento, é importante consultar o médico e analisar os perigos dos efeitos colaterais para o corpo do paciente.

 

Para quem o Letrozol não é indicado?

O Letrozol não é indicado para pacientes alérgicos aos seus componentes, para crianças, para mulheres que ainda não entraram na menopausa e para grávidas e lactantes.

É preciso tomar cuidado com o medicamento aqueles que possuem doença renal grave, doença grade do fígado ou histórico de osteoporose ou fraturas dos ossos.

 

Efeitos colaterais do medicamento

Os efeitos colaterais do Letrozol são adversos, podem ser leves a moderados e desaparecem após alguns dias ou semanas de tratamento. Algumas delas são:

 

Reações graves: fraqueza ou dormência nos membros ou na face, dificuldade de falar, aperto com dor no peito ou dor súbita nos braços ou pernas, inchaço e vermelhidão das veias, dificuldade de respirar, dor no peito, desmaios, frequência cardíaca rápida, pele azulada, inchaço dos braços, mãos, pés, tornozelo, face e garganta, febre, calafrios ou úlceras na boca, visão borrada, pele e olhos amarelados, náusea, perda de apetite, urina com coloração escura, erupção cutânea, pele avermelhada, bolhas nos lábios, olhos ou boca, descamação da pele e febre.

 

Muito comuns: aumento do nível de colesterol, ondas de calor, aumento da transpiração, cansaço, dor nos ossos e juntas.

 

Comuns: dor de cabeça, erupções cutâneas, tontura, distúrbios gastrintestinais (náusea, vômitos, indigestão, constipação, diarreia), aumento ou perda de apetite, dor nos músculos, diminuição ou desgaste dos ossos (osteoporose), levando a fraturas ósseas, depressão, aumento de peso, perda de cabelo, sangramento vaginal, ressecamento de pele, hipertensão e dor abdominal.

 

Incomuns: distúrbios nervosos (ansiedade, nervosismo, irritabilidade, sonolência, problemas de memória, insônia), dor ou sensação de queimação nas mãos ou punho, distúrbio da sensibilidade física, irritação dos olhos, palpitações, frequência cardíaca rápida, erupção cutânea com coceira, distúrbios vaginais como descarga ou ressecamento, artrite, dor nas mamas, febre, sede, distúrbios do paladar, boca seca, ressecamento das membranas mucosas, diminuição do peso, infecção do trato urinário, aumento da frequência urinária, tosse e resultados anormais do teste da função do fígado.

 

Como visto, o Letrozol é um medicamento muito importante no tratamento do câncer de mama e você pode encontrá-lo na Hera Medicamentos, distribuidora de remédios de várias especialidades diferentes. Caso esteja com alguma dúvida, acesse o nosso site e entre em contato conosco!

Related Post

Letrozol aumenta as chances de cura do câncer de mama